Doutor Risadinha apresenta o programa inédito SORRIA E TENHA UM BOM DIA
Minimize

Marcelo Pinto, conhecido como Doutor Risadinha e autor do livro ‘Sorria, você está sendo curado’, publicado pela Editora Gente, apresentou, ao lado das Endorfinas, todas às 2ª feiras das 10hs às 11hs, durante o primeiro semestre de 2010, o programa ‘SORRIA E TENHA UM BOM DIA’ que estreou em 18 de janeiro, em comemoração ao Dia Internacional do Riso, no canal web Demais TV.

É o primeiro programa no mundo com a proposta de divulgar os benefícios do riso e as vantagens de ser bem humorado. Seu idealizador Marcelo Pinto explica: “queria muito que o programa estreasse na segunda-feira, logo pela manhã, primeiro para que seja quebrado o preconceito de que a segunda-feira é o dia mais chato da semana e depois, para que nos lembremos de que devemos começar a semana com o pé direito, com muita alegria, sempre com otimismo e energia positiva, e que isso se prolongue por todos os outros dias da semana”. 

O programa semanal foi transmitido ao vivo, juntamente com as Endorfinas, pelo canal web www.demaistv.com.br/sorriaetenhaumbomdia sendo reprisado durante a semana. Ele é composto pelo Noticiário do Riso, Ginástica da Gargalhada, Piada de Salão e entrevista com Personalidades do Riso. Houve participação on-line através do site da Demais TV e presencial dos interessados em conhecer as atividades do Clube da Gargalhada de São Paulo. 

Conheça um pouco mais sobre a primeira temporada do Programa Sorria e Tenha um Bom Dia acessando os vídeos e artigos desta página ou você pode acompanhar os programas já gravados acessando www.demaistv.com.br/sorriaetenhaumbomdia e ainda através do Canal do Doutor Risadinha no Youtube   http://www.youtube.com/user/doutorrisadinha.

EXCELENTE DICA: Você gostou desta ideia? Pois saiba que pesquisas mostram que as empresas estão procurando vincular suas marcas às notícias e temas alegres e bem humorados, apresentados em programas televisivos, utilizando os intervalos anteriores ou posteriores aos mesmos, uma vez que esta positividade também ajudam a memorizar por muito mais tempo a mensagem e a marca destas empresas.

Então, se a sua empresa estiver interessada em patrocinar a nova temporada do Programa Sorria e Tenha um Bom Dia, contate-nos ainda hoje, para que possa se beneficiar dos incentivos fiscais, pois o Instituto do Riso é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP).

Patrocínio com Incentivo Fiscal: Pelo fato do Instituto do Riso ser uma OSCIP, o valor de Patrocínio pode ser 100% dedutível da base de cálculo do IR, para empresas com lucro operacional real, o que gera um retorno de aproximadamente 35% do valor, ao final da operação.

Incentivos Fiscais à captação de recursos - dedutibilidade das doações

 

Além de limitar as doações efetuadas a instituições de ensino e pesquisa, a Lei nº 9.249/95 também restringiu a dedutibilidade das doações a entidades civis, legalmente constituídas no Brasil, sem fins lucrativos, que prestem serviços gratuitos em benefício de empregados das pessoas jurídicas doadoras, e respectivos dependentes, ou em benefício da comunidade onde atuem, a 2,0% (dois por cento) do lucro operacional, tanto para fins de IRPJ como para a CSLL.  Posteriormente, a MP nº 2.113-30, de 26 de abril de 2001, cuja edição atual é a nº 2.158-35(6), de 24 de agosto de 2001, alterou a Lei nº 9.249/95, determinando que também poderão ser deduzidas as doações feitas às Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), qualificadas segundo as normas estabelecidas na Lei nº 9.790/99.

 

Para que a pessoa jurídica doadora possa se beneficiar da dedutibilidade da doação, devem ser observados os seguintes requisitos:

 

As doações, quando em dinheiro, serão feitas mediante crédito em conta corrente bancária diretamente em nome da entidade beneficiária;

 

A pessoa jurídica doadora manterá em arquivo, a disposição da fiscalização, declaração, segundo modelo aprovado pela Secretaria da Receita Federal, fornecida pela entidade beneficiária, em que esta se compromete a aplicar integralmente os recursos recebidos na realização de seus objetivos sociais, com identificação da pessoa física responsável pelo seu cumprimento; a entidade civil beneficiária deverá ser reconhecida de utilidade pública por ato formal de órgão competente da União ou ser qualificada como OSCIP, segundo as normas estabelecidas na Lei nº 9.790/99 e, ainda, ter essa condição de utilidade pública ou OSCIP renovada anualmente. 

 

Observe o exemplo da pessoa jurídica que apurou lucro operacional de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais):

 

Descrição

Sem doação

Com doação

Economia Tributária

Lucro Operacional

2.000.000,00

2.000.000,00

 

Valor Máximo dedutível da Doação

-

40.000,00

 

Lucro antes da CSLL e IRPJ

2.000.000,00

1.960.000,00

 

(-) Contribuição Social

180.000,00

176.400,00

3.600,00

(-) Imposto de Renda

300.000,00

294.000,00

6.000,00

(-) Adicional

176.000,00

172.000,00

4.000,00

Total Carga Tributária

656.000,00

642.400,00

 

Total de Retorno

 

 

13.600,00

Lucro Líquido

1.344.000,00

1.317.600,00

 

Porcentagem de retorno financeiro = 34%

 

Portanto, dos R$ 40.000,00 doados pela pessoa jurídica a uma entidade civil sem fins lucrativos (OSCIP), o custo efetivo da doação pela empresa é de R$ 26.400,00, pois a diferença (R$ 13.600,00) retornará na forma de economia fiscal.

 

Assim, em suma, a pessoa jurídica poderá deduzir de seu IRPJ, as doações feitas ao Instituto do Riso, qualificado como OSCIP.



Programa Sorria e tenha um Bom Dia
Edit Album Re-Order the Album Images

Galeria

Primeira Temporada

  • 51 Antonio Celso - Standy up 007.JPG
  • 52 Arnaldo e Eraldo 018.JPG
  • 57 Copa Mundo 2010 121.jpg
  • 58 Dança de Salão 048.jpg
  • 65 Dia do Ìndio 034.JPG
  • 62 Daniel Bragantin 029.JPG
  • 69 Revista Sorria 126.jpg
  • 72 Santa Gente 030.JPG


Acesse o canal do Doutor Risadinha no YouTube e veja muitos outros vídeos

Segunda Temporada

Se você estiver interessado em participar ou Patrocinar a segunda temporada do Programa Sorria e ainda beneficiar-se dos incentivos fiscais contate-nos.